Point do Jardim Galeteria

domingo, 26 de julho de 2015

VEJA O RESULTADO DA ENQUETE.

O resultado da enquete apontou Chico Canavieira como o melhor nome a ser o candidato da oposição em Tutóia.


 Resultado da enquete realizada no grupo “Política em Tutoia Opiniões e Debates”, em uma pagina no Facebook, que tinha a seguinte interrogação:
dos nomes abaixo, qual seria o mais indicado para ser o candidato da oposição em Tutoia?

 Nomes relacionados, Chico Canavieira, Romildo do Hospital, Aírton do Chico Elias, Binha e Antônio Chico.


 A enquete durou uma semana, e  o resultado apontou  Chico Canavieira com a preferencia dos internautas, Antonio Chico em Segundo, Aírton do Chico Elias e Romildo do Hospital empatados em terceiro e Binha em quarto.

Chico obteve 248 votos, destacando que a soma dos outros (204) não ultrapassaram Canaveira





CONHEÇA UM POUCO A HISTORIA DE CHICO CANAVEIRA








I – Do Nascimento, Filiação, Família e Formação Educacional.
Nasceu em 08 de julho de 1953, Tutoia – Maranhão.
Filho do ex-vereador, conferente de navios e secretário de terras do município, Raimundo Soares da Fonseca (já falecido) e de Marina Canavieira Fonseca, tendo como avós paternos os fundadores da comunidade Mutamba, Antônio Vicente Soares da Fonseca e Maria Antônia Soares da Fonseca e avós maternos, o guarda fio dos Correios, Júlio Canavieira e Crisalis Silva Canavieira.
Francisco de Assis Canavieira Fonseca, desde criança conhecido por Chico, inicia os estudos em Tutoia, faz a pré-escola com a professora D. Lucia, depois estuda no “Colégio de D. Zelinda” e o primário, na escola pública “Grupo Escolar Casimiro de Abreu”.
Ainda em Tutoia, inicia o antigo ginásio no “Colégio Almeida Galhardo”, cursando o primeiro ano para depois ingressar, aos 15 anos, no “Colégio Liceu Maranhenses”, após se submeter ao exame de seleção (nível estadual), classificando-se em 2º lugar no Estado do Maranhão. Do Liceu Maranhense, onde cursava o último ano do Cientifico no período da manhã,  transfere-se, para o Colégio  São Luis, por força da necessidade de trabalho, pois era obrigado a estudar no período noturno.

II – Da Atividade Profissional e da Formação Universitária.
Aos 19 anos, ingressa em seu primeiro e único emprego: Sousa Cruz S/A, onde ingressou como “Empregado de Depósito” (empacotador), sendo promovido para as  funções: “Auxiliar de Merchandising”, “Promotor de Vendas”, “Auxiliar de Vendas”, “Vendedor”, “Supervisor de Vendas”, “Gerente Distrital de Vendas (nos estados do Pará, Amazonas e Maranhão” e  “Gerente Regional Administrativo de  Vendas” para os Estados do Maranhão, Piauí, Pará, Tocantins, Amazonas, Acre, Roraima, Rondônia e Amapá.
Já no Amazonas, ingressa na Universidade Federal do Amazonas, em Manaus, na Faculdade de Direito, concluindo este curso  na UNESPA – “União das Escolas Superiores do Pará”, em Belém/PA.

III – Do desempenho e reconhecimento na atividade profissional.
Mais tarde, como Gerente Distrital de Vendas e Distribuição, por seu desempenho, recebe como prêmio a oportunidade de conhecer na Europa, o Vaticano e a Itália.
Durante trinta anos na Sousa Cruz recebeu vários prêmios e reconhecimentos, porém em duas oportunidades foi agraciado com o que considera os dois maiores prêmios e que significaram os maiores reconhecimentos da sua vida profissional: 1) ao se afastar da empresa para se candidatar a prefeito de Tutóia, sua terra natal, a Sousa Cruz em uma decisão inédita, decide manter os seus salários integralmente e, 2) a festa de despedida que a empresa lhe ofereceu na cidade de São Luis do Maranhão, reunindo ali, todos os funcionários do Estado do Maranhão, do Sul do Pará e do Tocantins, como também todos os gerentes do Norte Nordeste.

IV – Do retorno a terra natal, da Advocacia social, do voluntariado, da sua participação na sociedade tutoiense.
Após a aposentadoria, Chico Canavieira, passou a residir na cidade de Tutoia, localizada no Delta das Américas, na mesma casa que pertenceu aos seus pais, na Rua Senador costa Rodrigues, 55 centro, onde passou a exercer a advocacia inclusive com atendimento jurídico assistencial gratuito,  atendendo a população pobre.
Membro fundador da AMA Tutóia (Associação dos Moradores e Amigos do Município de Tutóia), membro fundador da Academia de Ciências, Artes  e Letras de Tutoia – ACALT, que tem como Patrono José de Almeida Veras; Fundador e Editor do jornal “O Informativo Tutóia”; incentivador das ações de  voluntariado e projetos produtivos, culturais e para a preservação do meio ambiente no município

Nenhum comentário:

Postar um comentário